Pra não dizer que não falei de crônicas

O secreto esconderijo das receitas, por Beth Fleury

Essa malinha fotografada acima ilustra um pouco do que era a malinha de couro à qual me refiro, sempre que conto pra alguém onde ficavam guardadas as receitas de família em nossa infância. Nessa malinha secreta, guardada em um dos móveis herdados por mamãe na proibida sala de visitas de nossa casa em Sete Lagoas, ficavam cadernos de receitas manuscritas ...

Leia mais »

A várzea é mais que futebol, por Pedro Artur

A várzea é mais que futebol: é lazer e deixa a garotada longe das drogas e do crime. Houve um tempo em que Belo Horizonte era rodeado por campos de futebol. Só aqui, no Esplanada, tínhamos pelo menos uns cinco próximos uns dos outros. Isto nas décadas de 1960 e início da de 1970… Depois sumiram do mapa com a ...

Leia mais »

Diversão do Guanabara, por Rogério Perez

A calmaria do cotidiano no interior às vezes nos leva de volta à loucura da capital e justamente naqueles dias que parecem uma roda gigante com tantas subidas e decidas que enfrentamos no stress de Beagá. Um dos bons hábitos que deixei de herança com o Leonardo, o mais velho dos meninos, é a leitura do jornal e revista impresso. ...

Leia mais »

O ódio que nos consome, por Márcia Lage 

Amigo meu, militante nas redes sociais, tem ódio do Bolsonaro e de todos que nele votaram. Ódio mesmo, de sangue nos olhos e veias inflamadas. Já brigou com toda a família, que apoiou o energúmeno, e com todos os amigos e amigos de seus amigos no Face Book, por divulgarem coisas que possam significar um alinhamento ao governo. Ainda que ...

Leia mais »

Que homem é este?, por Fernando Ângelo

Tenho-me feito esta pergunta com frequência ultimamente, sem encontrar uma resposta. Já procurei em pessoas na rua, em pesquisas na internet, até mesmo no espelho, e nada. Neste momento, olho da minha janela o bairro em que moro. São muitas casas, prédios e eu imaginando o tipo de ser humano que habita estes lares. Serão pessoas do bem, que criam, ...

Leia mais »

Roberto mascarado, por Arnaldo Viana

Comecei a me viciar em tinta de jornal 18 dias depois de completar 15 anos e 16 dias antes da patada verde-oliva na democracia, com apoio de defectíveis políticos civis. Ao folhear a coleção daquele semanário que me adotou, achei a primeira edição, datada de 1957. Abri na reportagem “A primeira cronista de saias de Minas Gerais”, ou do Brasil, ...

Leia mais »

Let’s Twist Again, por Mistes Helena Scalioni

Quando ela abriu o vídeo que um amigo postou num dos muitos grupos onde hoje as pessoas costumam se encontrar para desanuviar esses tempos de sombra e peste, fez isso num gesto quase automático e sem expectativa nenhuma. A princípio, pensou que não era nada de interessante, mesmo quando alguém, vestido de palhaço, aparece dançando ao som de “Let’s Twist ...

Leia mais »

Menti para Maradona, por Ivan Drummond

Ano, 1994. Fui escalado pelo Estado de Minas  para cobrir Boca Juniors x Cruzeiro, pela Copa Libertadores. Viajamos, eu e o Alberto Escalda, repórter-fotográfico. O jogo foi em 15 de março e o time celeste venceu por 2 a 1, em La Bombonera, Buenos Aires. Mas o meu fascínio maior não foi cobrir a partida, mas, sim, o que aconteceria ...

Leia mais »

Um saludo ao futebol, por Rogério Perez

O velho radinho de pilha, herança de uma saudosa aglomeração no Mercado Central de BH, ali pelas bandas do Bar Central ou Bar do Hélio, reduto dos eternos companheiros Pardal e o mano Luiz, anuncia entre os chiados da transmissão da rádio local o aniversário de dois dos maiores jogadores de futebol da história. Neste atípico 2020 comemora-se os 60 ...

Leia mais »

A magia do sofá amarelo, por Rogério Perez

Há alguns dias saímos de mala e cuia, eu e minha esposa, da capital mineira, Beagá, em direção ao Sul de Minas, mais especificamente para a cidade de São Vicente de Minas. No encontro entre as ruas Sete de Setembro e Marcelino Champagnat, tem uma aconchegante varanda que não só trouxe um novo conceito de isolamento em tempos de pandemia, ...

Leia mais »