111 jornalistas votaram, sendo 94 da capital e 17 do interior.

Jornalistas de rádio e TV rejeitam proposta salarial de patrões

A proposta salarial para os jornalistas de rádio e televisão da capital foi rejeitada pelos trabalhadores. A do interior foi aceita. Entre os jornalistas da capital que votaram na enquete online feita pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais (SJPMG), 64,9% rejeitaram a proposta que negou o abono, não reconheceu o pagamento retroativo integral e ofereceu somente a reposição salarial de 3,31%.

No interior, ela foi aceita, mas a disputa foi bem apertada. Ela foi aprovada por 52,9% dos votos contra 47,1%. A enquete ficou no ar 24 horas no site do sindicato após a realização de uma discussão virtual com a categoria e também foi enviada por WhatsApp para os jornalistas cadastrados.

No caso do interior, a convenção deve ser assinada nos próximos dias. Assim que isso acontecer, ela estará disponível com os valores novos do piso . Na capital, o SJPMG vai chamar uma assembleia virtual para a discussão de um contraproposta.

Importante lembrar que a proposta esse ano é zero de abono, apenas 3,3% de reposição da inflação, sem nenhum ganho real. Em relação ao retroativo, a proposta é que ele seja pago a partir de setembro , e não de abril e em forma de abono (sem incorporar ao salário), dividido em duas parcelas. No caso dos jornalistas de rádio e televisão do interior, a proposta é a mesma da capital, lembrando que nesse caso nunca houve abono.

Em abril desse ano, devem ser iniciadas as negociações da campanha salarial de 2021. Essa proposta em votação diz respeito à data-base do ano que passou (1 de abril de 2020).

Confira os números totais da assembleia.

Total de votos: 111
Jornalistas da capital
Total votantes: 94
Concordam com a proposta: 33 (35,1%)
Não concordam com a proposta: 61 (64,9%)
Jornalistas do interior
Total votantes: 17
Concordam com o a proposta: 9 (52,9%)
Não concordam com a proposta: 8 (47,1%)

[19/2/2021]

Veja também

Justiça determina reintegração de dirigente dos Gráficos demitido ilegalmente pelos Associados Minas

A 30ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte determinou a reintegração imediata de Regerson Moreira, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *