Conheça os vencedores do 1º Prêmio Sindibel de Jornalismo

O Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos Municipais de Belo Horizonte realizou na noite desta segunda-feira 18/11 a entrega do 1º Prêmio Sindibel de Jornalismo. Os nomes dos premiados nas quatro categorias – Rádio, Televisão, Impresso e Internet – só foram conhecidos na hora, diante de uma plateia de autoridades, servidores públicos e outros convidados, além dos próprios finalistas.

Os vencedores foram selecionados por uma comissão julgadora composta pelo presidente da Academia Mineira de Letras, jornalista Rogério Faria Tavares; pela presidenta do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais, Alessandra Mello; e pelos jornalistas Thiago Alves e Raul Gondim, do Sindibel.

Veja abaixo os vencedores.

Rádio

Júlio Vieira, com a reportagem “De porta em porta: a saga dos agentes de combate à dengue em BH”, veiculada na Band News FM. A matéria traz um histórico da luta dos servidores agentes de combate a endemias contra o mosquito transmissor da dengue que, em 2019, matou 27 pessoas em Belo Horizonte.

Clique aqui para conferir a reportagem.

Televisão

Rosildo Mendes, com a matéria “Lixões clandestinos”, veiculada na TV Record. A reportagem mostra como pontos de lixões clandestinos estão dando lugar a pomares e hortas em Belo Horizonte.

Clique aqui para conferir a reportagem.

Impresso

Simon Nascimento, com a reportagem “Basta. Quero ajuda”, veiculada no jornal Hoje em Dia. A matéria mostra como funciona o trabalho desenvolvido nos equipamentos públicos da Prefeitura de Belo Horizonte de acolhimento a dependendentes químicos e usuários de drogas.

Clique aqui para conferir a reportagem.

Internet

Rafaela Dotta, com a matéria “As pessoas que cuidam de BH e a gente nem vê”, veiculada no saite Brasil de Fato. A reportagem busca desmistificar alguns preconceitos sobre quem trabalha no serviço público, contando histórias reais de servidores da Prefeitura de Belo Horizonte.

Clique aqui para conferir a reportagem.

Foi concedida também uma menção honrosa à jornalista Alessandra Mendes França pela relevância da série de cinco reportagens “Los hermanos, as reformas de lá para cá”, veiculada na rádio Itatiaia, em setembro de 2019. A série explica o funcionamento do sistema previdenciário na Argentina e no Chile, quais os impactos na vida das pessoas e que tipo de lição fica para os brasileiros.

O Prêmio Sindibel de Jornalismo tem por objetivo fomentar a cobertura jornalística sobre o servidor público, contribuindo para o melhor entendimento pela sociedade acerca da importância do serviço público como indutor de desenvolvimento e garantidor de direitos. Os vencedores receberam R$ 2 mil cada um.

“Estou muito honrado pela oportunidade de agraciar com este prêmio o trabalho de jornalistas cientes da relevância do trabalho do servidor público para Belo Horizonte”, destacou o presidente do Sindibel, Israel Arimar de Moura. “O crescimento e o aprimoramento da cobertura jornalística especializada ajudam a contribuir para a busca de melhoria permanente e o desenvolvimento da cidade.”

(Informações do Sindibel. Crédito das fotos: Ernandes Ferreira.)

 

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[19/11/19]

 

Veja também

Câmara de Aracaju aprova exigência de diploma para jornalistas no poder público municipal

A Câmara Municipal de Aracaju (SE) aprovou por unanimidade nesta quarta-feira 21/10, em sessão remota ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *