Sindicato dos Jornalistas do RS repudia censura a exposição de charges por vereadores da capital

Nota Oficial do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul.

Ato de censura na Câmara da capital gaúcha 

O Sindjors – Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul – e a Fenaj – Federação Nacional dos Jornalistas – repudiam, com veemência, a decisão do vereador Valter Nagelstein (MDB) de impedir a permanência da exposição de cartuns “Independência em Risco”, que abriu na segunda-feira (2/9), na Câmara Municipal de Porto Alegre.

A atitude do vereador emedebista, com a anuência da presidenta do Legislativo da capital, Mônica Leal (PP), é de clara censura e, por isso, absurda e inaceitável. A postura dos integrantes da mesa diretora do Legislativo municipal de Porto Alegre, que autorizaram a instalação e divulgação da mostra, vem ao encontro da cruzada liderada por Jair Bolsonaro, contra a imprensa e contra os profissionais que fazem humor. É usando lápis, pincéis e tintas, como arma contra o autoritarismo, a intolerância e a violência, que resiste o jornalismo de opinião.

A diretoria do Sindjors repudia toda atitude de censura, repressão ou cerceamento de trabalho de profissionais da imprensa, assim como defende a total liberdade de expressão e de atuação dos nossos colegas.

Diretoria do Sindjors e da Fenaj.

(Publicado pelo Sindjors. Na foto, os chargistas expositores. Crédito da foto: Tânia Meinerz / divulgação. Clique AQUI para ler notícia sobre a exposição.)

 

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[3/9/19]

 

Veja também

Feira do Vinil reabre dia 14/11 na Casa do Jornalista

A Feira do Vinil completa 13 anos de casa nova. A partir de novembro, a ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *