FNDC atualiza programa para democratizar a comunicação

Aprovado durante a 21ª Plenária do FNDC, ocorrida nos dias 14 e 15 de abril, o Plano de Ação do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) já pode ser acessado por entidades filiadas, comitês e organizações parcerias da luta por mais diversidade e pluralidade na mídia. O material contém a definição de uma série de agendas prioritárias da luta pelo movimento de democratização da comunicação, incluindo propostas de campanhas, iniciativas diversas e ações concretas a serem desenvolvidas ao longo do próximo período.

Batizado como “O desafio pela democratização da comunicação em tempos de golpe”, o Plano de Ação é o principal instrumento de orientação da ação políticas das organizações ligadas ao FNDC, em âmbito nacional e local. Estão previstas ali ações mais imediatas, em torno por exemplo da atuação do Fórum ao longo do processo eleitoral de outubro, bem como a atualização das agendas de combate aos monopólios midiáticos, que se ampliaram para imensas corporações transnacionais que atuam sobre as plataformas na internet. Há também definições relacionadas a desafios organizativos do FNDC.

Também encontram-se disponíveis os outros dois documentos aprovados durante a 21ª Plenária Nacional: as teses de Balanço de gestão e de Conjuntura política. O Balanço faz uma descrição geral e uma avaliação da luta do FNDC ao longo dos últimos dois anos (2016/2018), período em que o país viveu (e ainda vive) sob um grave golpe parlamentar-jurídico-midiático, que reposicionou a luta pela democratização da comunicação em outro patamar, tanto em termos de sua importância estratégia quanto da emergência de desafios táticos ainda mais complexos. Já a Tese de Conjuntura busca fazer uma avaliação do momento em que vivemos e como se desenha a luta específica por liberdade de expressão e o direito à comunicação, dentro, claro, de um contexto mais amplo da caracterização da luta social por direitos vividas pelos movimentos populares no Brasil.

(Publicado pelo FNDC.)

[23/5/18]

Veja também

Câmara de Aracaju aprova exigência de diploma para jornalistas no poder público municipal

A Câmara Municipal de Aracaju (SE) aprovou por unanimidade nesta quarta-feira 21/10, em sessão remota ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *