Rádio e TV: patrões melhoram proposta

Em nova rodada de negociação da campanha salarial 2016/2017 dos jornalistas de rádio e televisão, realizada nesta quinta-feira 14/4, os patrões melhoraram um pouco sua proposta, que agora inclui reajuste de 5% nos salários e cláusulas econômicas e abono de R$ 2.100. A proposta anterior, recusada pelo Sindicato dos Jornalistas, era de 5% nos salários, 3% nas demais cláusulas e abono de R$ 2.000. Pela proposta, o abono seria pago em duas parcelas, a primeira de R$ 1.000, em julho, e a segunda de R$ 1.100, em outubro.

O Sindicato foi representado na reunião pelo presidente Kerison Lopes e pelo diretor de Fiscalização Bruno Couto. Eles reafirmaram a necessidade de reposição da inflação, que foi de 9,91% para a data base dos jornalistas, 1º de abril. Insistiram também na introdução na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) de uma cláusula garantindo estabilidade no emprego. A proposta patronal será estudada até a próxima reunião, marcada para o dia 28 de abril.

Participe da campanha salarial! Sua mobilização é fundamental para a conquista de melhores salários e condições de trabalho!

Veja também

SJPMG repudia ataques a jornalistas por vereadora de Bom Jesus do Amparo

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais vem a público repudiar os ataques feitos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *