SJPMG repudia ataque a equipe de reportagem durante cobertura sobre coronavírus

1
115

Uma equipe de reportagem da Rede Globo Minas foi agredida verbalmente enquanto tentava fazer gravações na Avenida Pedro II, em Belo Horizonte, na tarde dessa sexta-feira 20/3. O agressor, um homem ainda não identificado, tentou o tempo todo constranger a repórter, chamando-a de jornaleira, propagadora de fake news e atacando a emissora. No vídeo, ele ainda incitou a população a fazer o mesmo ao se deparar com jornalistas fazendo seu trabalho nas ruas.

O vídeo foi postado em perfis de extrema direita que atacam de maneira sistemática a imprensa e os jornalistas — quase sempre mulheres –, que defendem o fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal. Eles ainda espalham ódio e xenofobia contra o povo chinês.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais (SJPMG) repudia essa atitude desrespeitosa, covarde, machista e antidemocrática, e conclama toda a sociedade a defender a liberdade de expressão e o trabalho da imprensa, fundamental principalmente em tempos de pandemia, quando informações corretas, bem apuradas e precisas salvam vidas.

O SJPMG presta toda solidariedade à equipe que estava na rua fazendo uma reportagem envolvendo o assunto mais importante do momento no Brasil e no mundo: o coronavírus. Diante das agressões verbais, a equipe optou por deixar o local, evitando maiores problemas.

Atos como esse não vão intimidar o trabalho dos jornalistas. Seguiremos firmes cobrindo a pandemia e todos os assuntos de relevância para a população, em defesa do direito da sociedade à informação. Essa banalização dos ataques à imprensa é uma grave ameaça à democracia.

Exigimos respeito.

Caso alguém conheça o agressor favor nos procurar para que ele seja denunciado aos órgãos competentes.

O vídeo não será publicado para não dar palanque a esses boçais. O nome da equipe foi preservado por medida de segurança.

[21/3/20]

1 COMMENT

  1. Parabéns ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais, sempre atento aos atos de desrespeito à categoria, sejam trabalhistas ou não.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here