Evento em BH mostrará como ter sucesso no jornalismo esportivo

A Sport Box Conteúdo Esportivo realizará em Belo Horizonte nos dias 7 e 8 de junho, das 8h às 18h, no Teatro do Centro Cultural Minas Tênis Clube, o Minas Tênis Clube Call-Up. O evento, que acontecerá pela segunda vez na cidade, reunirá jornalistas esportivos para relatar casos de sucesso, curiosidades da carreira, dificuldades e delícias da função. Além disso, eles tratarão do atual momento da profissão e darão dicas de como se estabelecer no mercado de trabalho.

O jornalismo esportivo é um dos principais desejos dos alunos de comunicação social, e a dificuldade de ingresso no mercado tem deixado os estudantes bastante ansiosos. O jornalista André Rizek (SporTV), que participará do encontro, acredita que, mesmo na atual crise econômica, quem se esforça, trabalha duro, apresenta resultados e mostra a cara consegue trabalho.

“Vamos falar sobre tudo o que envolve futebol, cobertura esportiva e mercado de trabalho”, disse Rizek. “No ano passado, foi um sucesso. Neste ano, espero ainda mais a participação do público. Não quero perguntas fáceis, quero questões espinhosas.”

Além de André Rizek, participarão do Call-Up 2019: Renata Fan (Band), Gustavo Villani (Globo e SporTV), Lívia Laranjeira (SporTV), Rogério Corrêa (Globo), Leo Figueiredo (Itatiaia), Alexandre Simões (Hoje em Dia e Itatiaia), Samy Vaisman (MPC Rio) e Rodrigo Fuscaldi (Sport Box Conteúdo Esportivo).

As vagas são limitadas.

SERVIÇO

Minas Tênis Clube Call-Up

Data: 7 e 8 de junho de 2019

Horário: das 8h às 18h

Local: Teatro do Centro Cultural Minas Tênis Clube (Rua da Bahia, 2.244, Lourdes, Belo Horizonte, MG)

Inscrições: www.callup2019.com.br

Contato: rodrigofuscaldi@sportbox.com.br, (31) 9-9555-2808

 

(Com informações de Rodrigo Fuscaldi, da Sport Box Conteúdo Esportivo.)

 

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[22/5/19]

Veja também

15 projetos de lei endurecem penas de crimes contra jornalistas no Brasil

Por Júlio Lubianco Num momento de piora da liberdade de imprensa no Brasil, pelo menos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *