SJPMG repudia o ataque grosseiro do presidente Bolsonaro à imprensa

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais vem a público repudiar o novo ataque do presidente Jair Bolsonaro aos jornalistas e à imprensa.

O ato, grosseiro e incompatível com o mais alto posto da República, não atinge apenas a jornalista do O Estado de S. Paulo, atinge também todos os jornalistas brasileiros, na sua dignidade profissional. Mais do que isso, atinge todos os brasileiros, que esperam do presidente da República qualidades de estadista e vêm sendo sistematicamente agredidos com informações deturpadas e falsas.

Um presidente que tenta intimidar jornalistas, que não compreende a importância da liberdade de imprensa, que não preza o direito à informação correta e confunde seus concidadãos com notícias falsas demonstra incapacidade de governar. A autoridade presidencial, com o descomunal poder que lhe cabe, não pode ser posta a serviço da desinformação da nação, sob pena de pôr em risco as instituições democráticas.

Esse tipo de comportamento precisa acabar. Os brasileiros elegeram um presidente, não um tuiteiro. O Brasil precisa de um presidente, não de mais um disseminador de fake news.

O SJPMG se solidariza aos jornalistas agredidos e a todos os democratas que denunciaram a gravidade do fato ocorrido na noite de domingo 10/3.

Pelo respeito aos jornalistas e à liberdade de imprensa!

Basta de fake news!

11/3/19

 

 

Veja também

Fenaj orienta Sindicatos sobre inclusão de jornalistas entre os grupos prioritários de vacinação contra covid-19

Considerado atividade essencial, o trabalho dos jornalistas coloca a categoria na linha de frente de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *