Jornais e revistas: patrões formalizam proposta de reajuste, acúmulo de funções e intervalo intrajornada

O Sindicato das Empresas Proprietárias de Jornais e Revistas de Belo Horizonte formalizou sua nova proposta de Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2016/2017. A proposta inclui reajuste de 6% sobre todos os salários, retroativo à data-base da categoria, 1º de abril. O reajuste viria no pagamento de outubro, a ser pago até o 5º dia útil de novembro. As diferenças referentes aos meses anteriores (abril, maio, junho, julho, agosto e setembro) seriam pagas em três parcelas iguais, juntamente com os salários de outubro, novembro e dezembro.

O piso salarial, para uma jornada de cinco horas diárias, seria reajustado em 6,5%, também retroativo à data-base. A diferença seria paga da mesma forma que nos demais salários.

Os demais benefícios também seriam reajustados – a proposta não deixa claro se em 6% ou 6,5%.

Pela proposta patronal, seria mudada a redação da cláusula 14ª da CCT, referente a acúmulo de funções, e uma nova cláusula seria incluída, sobre o intervalo intrajornada.

O adicional por acúmulo de funções permaneceria em 30%, mas seria pago uma vez só, independentemente do número de funções acumuladas. E não seria pago no caso de serviços de mídia digital.

A nova cláusula torna obrigatório o registro no cartão de ponto do intervalo para repouso ou alimentação (intervalo intrajornada). Na jornada de quatro a seis horas o intervalo seria de 15 minutos. Na jornada acima de seis horas haveria um intervalo mínimo de uma hora e máximo de duas horas. Os intervalos não seriam computados na jornada de trabalho.

As demais cláusulas da CCT 2015/16 permaneceriam as mesmas.

O sindicato patronal também formalizou propostas idênticas, no que se refere a índices de reajuste, aos sindicatos dos gráficos e dos empregados na administração.

 

Veja também

SJPMG repudia ataques a jornalistas por vereadora de Bom Jesus do Amparo

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais vem a público repudiar os ataques feitos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *