Casa do Jornalista recebe embaixador do Saara Ocidental

Nesta terça-feira 2/6/15, a partir das 19 horas, o embaixador da República Árabe Saharaui Democrática (RASD), Mohamed Zrug Laarosi, participará de um bate-papo com jornalistas e demais interessados, no novo Espaço Cultural Casa do Jornalista. A visita é parte de uma série de encontros que o embaixador faz em diversas capitais com o intuito de sensibilizar as autoridades brasileiras para que reconheçam o governo que ele representa.

Também conhecida como Saara Ocidental, a RASD realiza uma campanha internacional para denunciar violações dos direitos humanos pelo Reino do Marrocos e a existência do maior muro militar do mundo, que separa famílias há mais de 40 anos. Em Belo Horizonte, o embaixador deverá encontrar-se também com o secretário de Direitos Humanos de Minas Gerais, Nilmário Miranda.

A situação do Saara Ocidental

A República Árabe Saharaui Democrática – RASD, antigo Sahara Espanhol, foi fundada em 27 de fevereiro de 1976 na cidade de Bir Lehlu, na região de Saguia El Hamra, deixando de ser colônia da Espanha. Tem população de aproximadamente um milhão de habitantes, de origem árabe, bereber, em grande parte negros, e possui as maiores jazidas de fosfatos do mundo. Também possui petróleo, gás, ferro, urânio e uma das áreas de pesca mais ricas do planeta, com 1.062 km de costa.

A maior parte do seu território, no entanto, permanece ocupada pelo Reino do Marrocos. Apenas uma pequena parte, os chamados territórios libertados, estão em poder do governo saarauí. As regiões ocupadas vivem constantes violações de direitos humanos e o Reino do Marrocos ergueu um muro com mais de dois mil quilômetros de extensão, que divide o país de norte a sul. Vigiado permanentemente por mais de 150 mil soldados marroquinos e cercado de minas, no local ocorrem mortes frequentemente. Parte da população saarauí vive em terras cedidas pela Argélia na região de Tindouf, na condição de refugiados.

A RASD é reconhecida internacionalmente por 86 estados e mantém embaixadas em 13 deles, sendo membro da União Africana desde 1984, mas ainda não possui representação na ONU. Brasil, Argentina e Chile são os poucos países da América Latina que ainda não reconhecem a RASD. A missão do embaixador é sensibilizar o Congresso brasileiro para que o reconhecimento seja efetivado ainda este ano.

SERVIÇO:

Encontro com o embaixador do Saara Ocidental no Brasil, Mohamed Laarosi

Data: terça-feira 2/6/15

Horário: 19h

Local: Casa do Jornalista – Avenida Álvares Cabral, 400, Centro

Informações: 8974-8320 e 8786-1922

https://www.facebook.com/events/436108003217401/

 

Veja também

TV Integração divulga nota sobre agressões a repórter em Prata

O Grupo Integração, proprietário da TV Integração, emitiu nota nesta sexta-feira 30/10 lamentando as agressões ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *