Sebrae Minas entrega prêmios para jornalistas

0
226
premio sebrae 2023 foto amanda kely
premio sebrae 2023 foto amanda kely

Portal BHAZ, jornal O Tempo e TV Globo Minas são os grandes vencedores da etapa mineira do concurso

Redação
Agência Sebrae Minas

O portal BHAZ, o jornal O Tempo e a TV Globo Minas são os vencedores da etapa mineira da 10ª edição do Prêmio Sebrae de Jornalismo (PSJ). A iniciativa reconheceu os melhores trabalhos que abordaram o tema “A contribuição dos pequenos negócios para o desenvolvimento econômico e social do país”. O anúncio dos ganhadores aconteceu na noite desta quinta-feira (24/8), na sede do Sebrae Minas, em Belo Horizonte.

O primeiro lugar na categoria Jornalismo em Texto ficou com o portal de notícias BHAZ, com a matéria “MCP: Movimento Cultural Periférico”. O conteúdo relata histórias de artistas e empreendedores das comunidades de Belo Horizonte e da Região Metropolitana que têm se destacado no mercado promovendo a diversidade e a inclusão, e impulsionando a economia criativa.

A reportagem “Marketing Periferia”, do programa Rolê nas Gerais, da TV Globo Minas, foi o vencedor na categoria Jornalismo em Vídeo. O trabalho mostra a dedicação dos empreendedores das periferias do entorno da capital mineira em se adaptar às novas tecnologias e ao mercado virtual, além de iniciativas que democratizam o poder de compra dos moradores e facilitam a logística dentro das próprias comunidades.

Amanda Ketly

Já na categoria Jornalismo em Áudio, a ganhadora foi a série de quatro episódios do podcast “Empreendedorismo de transformação”, uma produção do jornal O Tempo, que mostra exemplos de empreendedores sociais que têm transformado desafios e dificuldades em negócios inovadores e de impacto social.

Amanda Ketly

Finalizando a lista de vencedores, o fotógrafo Flávio Tavares conquistou a categoria Fotojornalismo, com as imagens para a reportagem “Apacs recuperam 86% dos condenados com tímido investimento e método inovador”, veiculadas no jornal O Tempo.

Amanda Ketly

Para o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae Minas, Marcelo de Souza e Silva, a premiação é um reconhecimento à imprensa que se dedica na divulgação de assuntos que valorizam a importância dos pequenos negócios. “O Prêmio Sebrae de Jornalismo prestigia os profissionais de imprensa que destacam o papel vital dos pequenos negócios na economia. Seus trabalhos também inspiram e encorajam outros empreendedores a superar desafios, ajudam a disseminar ideias inovadoras e a fomentar o empreendedorismo”, afirmou.

A 10ª edição do Prêmio Sebrae de Jornalismo também concedeu uma menção honrosa à Rádio Itatiaia, em uma homenagem especial pelos 71 anos de fundação da emissora, comemorados em 2023. “É com um sentimento de humildade, gratidão e orgulho que estamos aqui para receber essa homenagem. A Itatiaia hoje é um patrimônio dos mineiros. Estar como presidente é um privilégio, mas também é uma responsabilidade muito grande. E, desde sempre, somos parceiros do Sebrae Minas para dar visibilidade aos pequenos negócios, pois sabemos o quanto isso gera riqueza, renda e sustentabilidade para o país”, disse o presidente da Itatiaia, Diogo Gonçalves.

O evento contou ainda com a participação do também jornalista, escritor, roteirista e escritor Chico Felitti, que falou sobre o podcast “A Mulher da Casa Abandonada”, de sua autoria, sucesso de audiência em todo o país. Segundo ele, o êxito se deve ao rigor na apuração jornalística. “Produzir esse trabalho foi uma experiência ‘assustadora’. Já era acostumado a fazer podcasts, que geravam de 50 mil a 60 mil visualizações na média, o que já é algo inacreditável. Mas “A Mulher da Casa Abandonada” cresceu em termos de audiência e chegou a 5 milhões de ouvintes. É uma investigação jornalística e não tem nada de novo ou extraordinário, mas foi sucesso. Logo, concluímos que o público se encanta por ouvir histórias, sejam antigas ou novas. É nisso que tem de se basear o jornalismo nos tempos atuais”, ressaltou.

Amanda Ketly

Em seu discurso, ele também falou sobre a importância de explorar cada vez mais novos caminhos no exercício do jornalismo de qualidade. “É preciso sempre estar atento aos fatos e trabalhar sempre pensando em novas versões. Existem várias maneiras de se investigar uma história. É o papel do jornalismo e do jornalista, pois todos querem ser lidos, ouvidos e assistidos. Mas é preciso estruturar bem as ideias para que elas saiam de fato do papel”, acrescentou.

Premiação

Os vencedores da etapa estadual nas categorias Texto, Vídeo, Áudio e Fotojornalismo receberam troféu e as quantias de R$ 9 mil (1º lugar), R$ 6 mil (2º lugar) e R$ 3 mil (3º lugar), respectivamente. Os primeiros lugares também concorrem na fase regional, que classificará os trabalhos para a final nacional, que será realizada em novembro, em Brasília.

Em 2023, Minas Gerais foi o segundo estado com maior número de inscritos no Brasil, com 184 trabalhos cadastrados, atrás apenas de São Paulo, que teve 194 projetos. A avaliação dos trabalhos mineiros foi feita entre 1º e 22 de julho por um júri técnico, formado pelos jornalistas Lina Rocha, Luiz Henrique Yagelovic e Marcelo Freitas.

Fotos: Amanda Ketly / Sebrae Minas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here