Ex-funcionárias e ouvintes denunciam 98 FM por assédio moral

Denúncia foi tornada pública pelo Portal Gama. Ministério Público do Trabalho já apura os fatos em inquérito aberto ano passado. Informações importantes já foram solicitadas á emissora que ainda não se pronunciou publicamente sobre os fatos. Procedimento tramita em sigilo.

“Ouvi o relato de uma ex funcionária da rádio que sofreu, sistematicamente, abusos morais enquanto trabalhava lá e de uma outra ex funcionária que corrobora o primeiro relato e ainda afirma que isso é comum, não só com a fonte que ouvi, mas também com várias outras mulheres que lá trabalham ou trabalhavam. Também conversei com a torcedora que foi perseguida após fazer uma piada sobre o Cruzeiro e teve até o endereço divulgado, tudo incentivado por um apresentador da Rádio em questão. Tal fato, gerou a criação da #98ApoiaViolencia pelo Du Lincoln, de quem também ouvi o relato. Ele, além de ser escritor – escreveu “Atleticano de Corpo e Alma – tem um currículo extenso: é tatuador, graduado em administração e psicanálise e faz pós graduação em psicologia positiva e psicologia analítica.   E, finalmente, tentei contato com a rádio em questão. Vamos à denúncia.”

Leia a íntegra da reportagem aqui https://portalgama.com.br/abusos-morais-a-mulheres/

Veja também

“Cercados” mostra o “chão de fábrica” do jornalismo na pandemia

Por Marcelo Freitas* O jornalista é um profissional que, de certa forma, carrega uma sina: ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *