Jornalistas participam de bate-papo sobre livro-reportagem ‘Brumadinho: a engenharia de um crime’

Os jornalistas Lucas Ragazzi (Globo Minas) e Murilo Rocha (O Tempo) participam nesta sexta-feira 1/11, às 19h, na Livraria Leitura do Shopping Pátio Savassi, de um bate-papo sobre o livro-reportagem que escreveram: Brumadinho: a engenharia de um crime. O livro trata do desastre ocorrido na barragem de Córrego da Feijão, da Vale, que matou 270 pessoas. A conversa será mediado pela professora de Gestão de Crise da UNA, Anita Cardoso.

“Em razão da relevância do tema, a maior tragédia social ambiental do país (270 mortes, não podemos esquecer) e da generosidade dos amigos, a primeira tiragem se esgotou com a pré-venda e os dois lançamentos em BH na semana passada”, conta Murilo.

O livro é baseado nas investigações da Polícia Federal e traz informações inéditas sobre os bastidores da investigação e o cotidiano no complexo minerário. Os jornalistas Lucas Ragazzi e Murilo Rocha foram responsáveis pela costura dessa narrativa que está documentada em relatórios internos da mineradora, trocas de e-mails de auditores externos e depoimentos de funcionários.

O jornalista André Trigueiro (GloboNews), premiado por seu trabalho na área do desenvolvimento sustentável, é quem assina a orelha da publicação. “Em se tratando da Vale, a escandalosa reincidência pós-Mariana torna o assunto indigesto para a empresa, para o lobby da mineração, e para os políticos que banalizaram os riscos em troca de favores”, escreve.

Lucas Ragazzi é repórter do Núcleo de Jornalismo Investigativo da Globo Minas. Tem passagem pelo jornal O Tempo, onde cobriu política e comandou a coluna Minas na Esplanada, direto de Brasília. Natural de Belo Horizonte, acredita no poder do bom jornalismo para combater injustiças. Este é o seu primeiro livro-reportagem.

Murilo Rocha é editor-executivo do jornal O Tempo, onde trabalha desde 2001, tendo atuado como repórter das editorias de Cidades e Política, inclusive em Brasília. Mineiro, de Belo Horizonte, sempre conviveu com histórias da mineração por raízes familiares e também por curiosidade. Venceu o Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos.

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[1/11/19]

 

Veja também

Prazo de inscrição no Prêmio Neusa Maria de Jornalismo termina neste sábado 24/10

O prazo para inscrição de reportagens no 1º Prêmio Neusa Maria de Jornalismo termina neste ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *