Estudantes fazem levantamento sobre presença de mulheres negras nas redações de BH

Sibele Fonseca e Mariana Lacerda, alunas do último período de Jornalismo do Centro Universitário UNA, estão fazendo um levantamento sobre jornalistas negras nas redações de Belo Horizonte. A pesquisa é para o seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), orientado pelo professor Aurélio Silva.

A intenção inicial das futuras jornalistas era fazer uma reportagem mostrando como o jornalismo trata a mulher negra. “Hoje se discutem muito as novas narrativas, mas a linguagem continua machista e racista”, observa Mariana.

Elas constataram, no entanto, a escassez de dados para tratar do assunto e decidiram começar pelo básico: a presença de mulheres negras no jornalismo da capital. Elas pesquisam nas redações e nas faculdades. “Estamos fazendo o levantamento das formandas nos cursos de jornalismo de Belo Horizonte nos últimos três a quatro anos”, informa Sibele.

Além de números, elas pretendem colher depoimentos, até o final de junho. Se você é uma jornalista negra e trabalha em Belo Horizonte entre em contato com Sibele e Mariana pelo telefone (31) 9-7309-6766 ou pelo e-mail lacerdam7@gmail.com.

(Crédito da imagem: acervo Cojira Rio.)

 

Veja também

Emissoras educativas mineiras migram da Rede Minas para a TV Cultura de SP

Emissoras de televisão educativas de Minas Gerais lideradas pela Associação Mineira de Rádio e Televisão ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *