Trabalhadores do Estado de Minas decidem parar no dia 28/12

Os jornalistas e empregados na administração dos jornais Estado de Minas e Aqui decidiram nesta terça-feira 22/12 paralisar o trabalho a partir do dia 28 de dezembro, caso não recebam o 13º Salário. A decisão foi tomada em assembleia realizada na porta da empresa, com adesão praticamente total dos trabalhadores. Carregando faixas, eles pararam o trânsito na Avenida Getúlio Vargas, distribuíram boletins à população explicando o motivo da manifestação e pedindo apoio ao seu movimento.

Manifestação idêntica fizeram pela manhã os jornalistas e radialistas da TV Alterosa. O Estado de Minas e a TV Alterosa, assim como o jornal Aqui, são veículos do grupo de comunicação Diários Associados. Ontem, 21/12, aconteceram as primeiras paralisações. O movimento dos trabalhadores tem apoio dos sindicatos dos jornalistas, dos gráficos, dos empregados na administração e dos radialistas.

Ao longo de 2015 foram feitas 39 reuniões de mediação no Ministério do Trabalho entre os trabalhadores e a empresa. O Sindicato dos Jornalistas sempre esteve aberto ao diálogo com o jornal e disposto a negociar, sem abrir mão de direitos. A empresa no entanto não apresentou nenhuma proposta concreta para cumprir seus passivos trabalhistas, que incluem, além do 13º, pagamento de férias e tíquete alimentação.

A mais recente reunião de mediação foi feita na manhã de segunda-feira 21/12, na Superintendência Regional de Trabalho e Emprego. Participaram dela representantes dos Diários Associados e dos quatro sindicatos. A empresa informou que não tem previsão de pagamento do 13º para os trabalhadores. Diante disso, só restou aos trabalhadores a mobilização. Em assembleias, todos manifestaram a mesma disposição de luta e de não aceitar o calote da empresa.

 

Mobilização já!

Não ao calote aos trabalhadores dos Diários Associados!

Pelo pagamento do 13 salário!

Pelo pagamento de todos os passivos trabalhistas!

 

(Foto: Trabalhadores do Estado de Minas param o trabalho e fazem manifestação na Avenida Getúlio Vargas. Crédito: Aloísio Morais.)

Veja também

SJPMG e Fenaj repudiam agressões a repórter da TV Integração em Prata (MG)

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais e a Federação Nacional dos Jornalistas vêm ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *