Deputado Celinho divulga carta em apoio às trabalhadoras e aos trabalhadores da rádio Inconfidência

Deputado Celinho Sintrocel (PCdoB) divulgou nesta sexta-feira (3) Carta de Apoio aos trabalhadores e às trabalhadoras da Rádio Inconfidência e da Rede Minas em luta por melhores condições de trabalho. O mandato participou do Ato Público dos trabalhadores em frente à sede da EMC.

Celinho solicitou a realização de Audiência Pública na Comissão de Trabalho da ALMG, à qual preside, para amplificar as reivindicações dos trabalhadores das emissoras públicas.

Em defesa da Comunicação Pública, o mandato do deputado Celinho já realizou várias iniciativas, entre elas o PL que criou a Empresa Mineira de Comunicação e o Projeto de Lei que obriga o estado a investir percentual mínimo da publicidade do Governo de Minas nas emissoras públicas do estado entre outras.

 

Leia a carta na íntegra:

 

Carta aberta aos trabalhadores e às trabalhadoras da Rádio Inconfidência e da Rede Minas

Acompanhamos a luta da Rede Minas e da Rádio Inconfidência desde 2013, no movimento “Salve a Rede Minas”.

Fomos autores do Projeto que obriga o estado a investir percentual mínimo da publicidade do Governo de Minas nas emissoras pública do estado.

Participamos também do movimento “Fica Inconfidência”. Realizamos Visita Técnica e Audiência Pública para manter a Rádio Inconfidência AM, a Gigante do Ar. Entregamos à imprensa, à ALMG e ao Governo de Minas Gerais o Estudo Técnico que confirmava a viabilidade da manutenção da Rádio AM no ar, que hoje, ao completar seus 85 anos, merece nossos cumprimentos e irrestrito apoio.

Fomos autores do Projeto de Lei que autorizava a criação da EMC. Nosso PL construía uma empresa pública. Em defesa da comunicação pública, do povo mineiro.

Mas, infelizmente, temos visto muita distorção na implantação da Lei que criou a EMC.

Convidado pelo Sindicato dos Radialistas e dos Jornalistas a participar do ato, hoje dia 03 de setembro, não pude comparecer, por motivos de viagem. Não estou hoje na capital mineira, mas venho através desta carta mostrar toda minha solidariedade aos trabalhadores em luta aqui nas emissoras e dizer que a Greve é um direito legítimo e tem todo apoio do nosso mandato.

Na defesa da comunicação pública, como a EMC tem que ser, e não estatal ou privada, aprovamos e vamos realizar nas próximas semanas uma Audiência Pública na Comissão do Trabalho da Assembleia Legislativa, Comissão que presido.

Reuniremos com os demais deputados que apoiam a causa, os sindicatos, e os representantes dos trabalhadores e das trabalhadoras da Rádio e da TV para formatarmos a Audiência Pública.

Firmes na luta trabalhadores, contem com nosso mandato.

Atenciosamente,

Deputado Celinho Sintrocel

Veja também

SJPMG repudia censura imposta pela Rádio Favela ao professor Dirceu Greco, médico pioneiro na luta contra a AIDS

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais (SJPMG) manifesta sua total solidariedade ao professor ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *