Diário de Pernambuco desativa gráfica e demite trabalhadores

Em apenas um dia, o primeiro de outubro, a empresa desligou 26 trabalhadores: dois jornalistas e 24 gráficos. Com a canetada, a empresa deu fim a uma das mais importantes gráficas do estado.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Pernambuco (Sinjope) e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) vêm a público manifestar irrestrita solidariedade aos jornalistas e demais trabalhadores demitidos pela diretoria do Diario de Pernambuco (DP). Em apenas um dia, o primeiro de outubro, desligou 26 trabalhadores: dois jornalistas e 24 gráficos. Com a canetada, a empresa deu fim a uma das mais importantes gráficas do estado.

Ao mesmo tempo, o Sinjope e a Fenaj mostram-se preocupados com a decisão da empresa que, sob o argumento de redução de custos, impôs medidas arbitrárias de demitir, em plena vigência da estabilidade da Medida Provisória 936, jornalistas profissionais talentosos e com larga experiência no mercado de trabalho.

Por sua vez, outros profissionais não suportaram os constantes atrasos de salários e pediram desligamento da empresa. Três deixaram o Diario de Pernambuco desta forma desde meados de setembro e outros estão em processo de negociação para o desligamento.

Em virtude da incompetência administrativa e financeira de seus atuais gestores, bem como o acúmulo de decisões atabalhoadas e desrespeitosas em relação aos trabalhadores de gestões anteriores, o DP não paga de imediato os salários do mês trabalhado das pessoas desligadas, bem como, férias, décimo terceiro salário e outros direitos trabalhistas, como o recolhimento do FGTS e a multa dos 40%. Quase tudo tem que ser buscado na Justiça pelos demitidos.

Clique AQUI para ler a íntegra.

(Publicado pela Fenaj.)

 

[5/10/20]

 

Veja também

15 projetos de lei endurecem penas de crimes contra jornalistas no Brasil

Por Júlio Lubianco Num momento de piora da liberdade de imprensa no Brasil, pelo menos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *