Luanda Leaks: uma investigação jornalística global

Luanda Leaks, nova investigação do ICIJ (Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos), expõe duas décadas de acordos corruptos que tornaram Isabel dos Santos, filha do ex-presidente da Angola José Eduardo dos Santos, a mulher mais rica da África e a nação angolana, rica em petróleo e diamantes, uma das mais pobres da Terra.

Isabel valeu-se de acordos corruptos para construir um império com mais de 400 empresas e subsidiárias em 41 países. A investigação do ICIJ revela as verdadeiras origens da fortuna.

A série Luanda Leaks reuniu 120 profissionais de 36 veículos de 20 países. Teve como base mais de 715 mil registros financeiros e comerciais confidenciais e entrevistas. No Brasil, além do Poder360, participam do projeto a revista piauí e a Agência Pública.

Eis a apresentação da investigação jornalística (clique no botão “legendas” para ler em português) (3min27seg):

Leia os textos da série Luanda Leaks:

(Publicado pelo Poder 360.)

[21/1/20]

 

Veja também

Contra ataques de Jair Bolsonaro a jornalistas, Sindicato de SP entra com ação

Neste dia 7 de abril, Dia do Jornalista, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *