RETROSPECTIVA 2019: The Washington Post avalia que Brasil caminha para autocracia e nomeia correspondente

O diário americano The Washington Post anunciou na terça-feira 12/3 a decisão de manter um correspondente no Brasil. O objetivo é cobrir in loco o que o jornal considera uma mudança do Brasil em direção à autocracia e outras questões que “podem ser vistas como microcosmos de desafios globais mais amplos”, entre elas “violentas tensões sobre raça e violência; ameaças urgentes ao meio ambiente, e particularmente à Amazônia”.

O novo correspondente será o jornalista Terrence McCoy, Terry, como é conhecido, formado na Columbia Journalism School. Ele trabalhou no Miami New Times e no Houston Press e está no Post desde 2014.

Grande parte do trabalho do jornalista, segundo o jornal, foi dedicado a questões sociais no Brasil, com foco na pobreza rural e urbana. “Seu trabalho incluiu a série de 2015 sobre a exploração financeira de vítimas de envenenamento por chumbo, pela qual ele ganhou um prêmio.”

Clique aqui para ler a matéria do The Washington Post.

(Com informações da revista Fórum.)

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[14/3/19]

Veja também

Emissoras educativas mineiras migram da Rede Minas para a TV Cultura de SP

Emissoras de televisão educativas de Minas Gerais lideradas pela Associação Mineira de Rádio e Televisão ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *