Família de brasileiros que criticava corrupção em redes sociais é presa por comandar ‘império’ de prostituição

Ricardo Senra – @ricksenra Da BBC Brasil em Londres

Direitos da imagem BBC News Brasil BBC News Brasil

Em redes sociais, uma família de três brasileiros colecionava elogios de parentes e amigos em fotos e vídeos a bordo de jetskis, um Rolls Royce, uma Ferrari e uma Lamborghini.

No Facebook, a família ostentava uma vida de luxos em Londres, uma das capitais mais caras do mundo, e criticava duramente a corrupção no Brasil, compartilhando textos e imagens em defesa de operações da Polícia Federal e do Exército em Brasilia e no Rio de Janeiro. “Os corruptos piram”, diziam.

Há duas semanas, o jogo se inverteu e o casal de paulistas Flavia Xavier-Sacchi (23) e Renato Dimitrov Sacchi (43), e o irmão dele, Raul Sacchi (49), foram condenados e presos em Londres por comandarem um megaesquema de prostituição, escravidão moderna, bordéis clandestinos, segurança ilegal e venda de drogas na capital inglesa.
Direito de imagem Metropolitan Police
Image caption Três brasileiros – Flavia, Renato e Raul Sacchi – eram os cabeças de uma quadrilha que explorava mulheres, vendia drogas e controlava bordéis clandestinos em Londres, segundo a polícia

A quadrilha empregava pelo menos outros cinco brasileiros e faturava milhões de libras por ano, segundo a Scotland Yard, que trabalhou por mais de um ano com agentes infiltrados à paisana no esquema, descrito como “uma rede sofisticada de prostíbulos, pelos quais vendiam drogas e controlavam prostitutas, gerando lucros acima de um milhão de libras” – ou mais de cinco milhões de reais – por ano.

“As pessoas geralmente são reticentes ou têm muito medo de contribuir com investigações sobre escravidão moderna, por isso nosso trabalho é construir uma acusação e desmontar essas organizações criminosas usando todo tido de prova possível”, disse a polícia metropolitana de Londres, em nota.

Clique AQUI para ler a íntegra.

 

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[12/11/19]

 

Veja também

Inscrições para o 2º Prêmio Sindibel de Jornalismo já estão abertas

Em comemoração aos seus 32 anos de funcionamento, na segunda-feira 19/10, o Sindicato dos Servidores ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *