Jornalista Adriana Muls assume presidência do Diário do Comércio

A jornalista Adriana Muls (foto) assumiu a Presidência do jornal Diário do Comércio, que completou 87 anos de circulação no dia 18 deste mês. Ela pertence à terceira geração da família proprietária do jornal; é neta do fundador, José Costa, e sobrinha de Luiz Carlos Motta Costa, que comandou o diário nos últimos 21 anos e assumiu a Presidência do Conselho Consultivo.

Adriana Muls é formada em Jornalismo pela PUC Minas, turma de 1995, tem pós-graduação em Marketing pela FGV e especialização em comunicação para gestão de crises. Trabalhou com produção de conteúdos, assessoria de imprensa, comunicação empresarial, marketing e publicidade. Segundo matéria publicada pelo DC, ela atuou nas empresas Usiminas, Alcan Novelis e Votorantim Metais. Coordena o Movimento Minas 2032, liderado pelo DC, e foi uma das idealizadoras do Prêmio José Costa. Desde o começo deste ano ocupava o cargo de diretora Editorial, que acumulará.

A nova presidenta do DC assumiu o cargo afirmando o compromisso do jornal com seus “dois pilares”, a credibilidade e a seriedade, e com um jornalismo “propositivo e colaborativo”. O DC se posiciona como veículo articulador e harmonizador de discussões para a retomada do protagonismo e do desenvolvimento de Minas Gerais.

Especializado em negócios desde seu lançamento em 1932, com o nome de Informador Comercial, o diário, cujo lema é “Minas é o nosso negócio”, reafirma o espírito que norteou sua criação, de conectar agentes econômicos e promover o desenvolvimento, além de prestar serviços.

Essa condição, segundo Adriana Muls, é um diferencial que possibilita o jornal estar perto da informação e do conhecimento e atuar como transformador do ambiente de negócios e contribuir neste momento de grandes complexidades que estamos vivendo.

“Este é um momento de grandes desafios e profundas mudanças. Como todos os setores, a comunicação precisa se reinventar e o Diário do Comércio não é exceção. Precisamos identificar novos modelos de negócios que fujam do tradicional e aproveitem as possibilidades que as novas tecnologias oferecem, entregando conteúdo de alta qualidade a mais pessoas, por meio de diferentes ferramentas e plataformas”, disse a nova presidenta, segundo a matéria.

O jornal – que possui sede própria, localizada no Bairro Parque Riachuelo, na zona Noroeste de Belo Horizonte – circula de terça a sábado impresso, em formato standard, e está presente também no portal diariodocomercio.com.br/ e nas redes sociais Facebook, Twitter, Youtube, Instagram e Linkedin.

Adriana não anunciou nenhum projeto novo – “próximos passos serão definidos em parcerias”, afirma o jornal –, mas o diretor Executivo e de Mercado do DC, Yvan Muls, que permanece no cargo, adiantou que o jornal avançará no campo digital. “Não apenas na plataforma, mas na produção e entrega de conteúdo especializado, voltado para o ambiente de negócios e em sintonia com o mercado.”

A primeira novidade foi a formação do Conselho Editorial do DC, constituído por “notáveis”, segundo o jornal. São eles: Teodomiro Diniz (engenheiro e empresário), Alberto Portugal (engenheiro agrônomo), Luiz Henrique Michalick (jornalista), Helena Neiva (empresária), Mônica Cordeiro (engenheira), Lindolfo Paoliello (jornalista), Cláudio Moura Castro (economista), Adriana Machado (publicitária), além de Luiz Carlos Costa.

 

(Foto: captura de tela.)

 

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[23/10/19]

 

Veja também

TV Integração divulga nota sobre agressões a repórter em Prata

O Grupo Integração, proprietário da TV Integração, emitiu nota nesta sexta-feira 30/10 lamentando as agressões ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *