Inter TV Grande Minas demite 15 funcionários em Montes Claros

No interior da precarização das relações de trabalho com as reformas que abatem o Brasil, a Inter TV Grande Minas demitiu, em agosto, 15 funcionários, entre jornalistas, cinegrafistas, equipe de comercial e outros trabalhadores da equipe técnica. Os videorrepórteres já são uma realidade no norte do estado. Custam menos para a empresa. São funcionários terceirizados. “A empresa é organizada. A demissão foi necessária para que a empresa conseguisse honrar com os compromissos”, afirma uma profissional demitida.

“Nem baixa deram na minha carteira ainda”, informa a profissional que teve aviso prévio no dia 24 de junho. “Nesse dia foram 11 demitidos, mas, antes disso, outros já haviam sido e tem mais gente pra ser daqui até dezembro. A demissão não foi só aqui. Na TV dos Vales também teve. Só não sei a quantidade. A ordem era reduzir a folha em 25%”, explica a trabalhadora da notícia.

A empresa paga o aviso prévio ao funcionário. “A questão é que o acerto caiu em conta no dia 30 (de junho), como estava descrito no aviso de dispensa e, no dia 30, seria devolvida minha CTPS com aquela papelada trabalhista toda. Mas, por algum motivo, eles atrasaram a minha baixa e até hoje não recebi a CTPS, nem assinei a papelada para solicitar o FGTS e seguro-desemprego”, acrescenta a funcionária demitida.

 

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[18/9/19]

 

Veja também

Câmara de Aracaju aprova exigência de diploma para jornalistas no poder público municipal

A Câmara Municipal de Aracaju (SE) aprovou por unanimidade nesta quarta-feira 21/10, em sessão remota ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *