Cimi recebe doações para 18 maxakalis que estão em Belo Horizonte

O Conselho Indigenista Missionário (Cimi), órgão da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), está recebendo doações de alimentos e em dinheiro para 18 indígenas da etnia Maxakali que estão abrigados nas suas instalações há mais de uma semana. Os alimentos não perecíveis (arroz, feijão, macarrão etc.) e legumes são para a alimentação do grupo; o dinheiro é para pagar o ônibus que levará os indígenas de volta à reserva, em Ladainha, no Vale do Mucuri, a mais de 500 quilômetros.

Os maxakalis – 12 adultos e 6 crianças – vieram a Belo Horizonte vender seu artesanato, o que normalmente fazem nas imediações da Rodoviária. Eles chegaram sem avisar e o Cimi os acolheu por compreender a escassez de recursos na região em que vivem, mas estava despreparado para mantê-los, informou a coordenadora do Cimi, Alda Maria Oliveira. Esta semana eles visitarão dois colégios particulares da cidade. A intenção é que retornem a Ladainha quando o dinheiro (R$ 1.600) for arrecadado.

Os endereços para doações são, preferencialmente, a própria sede do Cimi: Rua Joaquim Zenir Leite, 605, Bairro Paraíso, na Zona Leste da Capital (telefone: 3481-1181); e Rua Timbiras 1492, esquina com São Paulo (entregar ao porteiro e com destinação a Maybi Maxakali).

Os dados da conta do Cimi são: Banco Bradesco, agência 1203, conta corrente 30391-7.

Clique AQUI para conhecer mais sobre os maxakalis.

(Foto: aldeia maxacali, Boletin da UFMG.)

 

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[3/9/19]

 

Veja também

TV Integração divulga nota sobre agressões a repórter em Prata

O Grupo Integração, proprietário da TV Integração, emitiu nota nesta sexta-feira 30/10 lamentando as agressões ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *