Jornalistas alagoanos fazem greve e obrigam emissoras a reprisar matérias

Após dois longos meses de inúmeras tentativas de conciliação entre profissionais e classe patronal – que quer reduzir em 40% o piso salarial – os jornalistas alagoanos deflagraram ainda na madrugada desta terça-feira, 25/6, greve geral por tempo indeterminado. Com a decisão, as principais emissoras de televisão do estado foram obrigadas a reprisar matérias em seus telejornais.

A greve começou às 3h30, com uma mobilização em frente à TV Gazeta, afiliada da Rede Globo (foto). O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Alagoas (Sindjornal) lidera o movimento, que atinge também as tevês Pajuçara e Ponta Verde. A greve conquistou apoios na sociedade e se tornou o assunto mais comentado no Twitter no Brasil.

Os jornalistas apresentaram nove contrapropostas aos patrões, todas rejeitadas. A greve foi decidida em assembleia realizada na segunda-feira 24, com presença em massa dos trabalhadores.

(Com informações do portal Alagoas 24 Horas, em 25/6/2019, às 16h47. Clique AQUI para ler a matéria completa.)

 

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[25/6/19]

Veja também

Câmara de Aracaju aprova exigência de diploma para jornalistas no poder público municipal

A Câmara Municipal de Aracaju (SE) aprovou por unanimidade nesta quarta-feira 21/10, em sessão remota ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *