TV Integração não comparece a mediação e denúncia de cerceamento será encaminhada à Procuradoria Regional do Trabalho

NOTA ATUALIZADA ÀS 17H42, COM INCLUSÃO DO PARÁGRAFO GRIFADO.

A TV Integração, de Uberlândia, afiliada da Rede Globo, não compareceu à mediação no Ministério do Trabalho, marcada para a tarde desta quarta-feira 20/6, sobre o termo de aditivo ao contrato de trabalho que a empresa apresentou aos trabalhadores. O aditivo veda o exercício de cargo eletivo, impede a participação societária em empresas publicitárias e de jornalismo em qualquer mídia que não seja do grupo e também a realização de palestras que abordem assuntos políticos ou qualquer outro tipo de “ideologia político-partidária pessoal”. Dita ainda normas sobre o que o jornalista pode ou não postar em suas redes sociais particulares.

Diante da ausência na mediação – chamada para tentar um acordo em torno desse termo, já que a proposta apresentada pela empresa ao Sindicato de alteração do aditivo não foi aceita – foi pedido o encaminhamento do processo para o Ministério Público do Trabalho e para a fiscalização.

A TV Integração fez contato com o Sindicato, após a reunião no MTb, e informou que não compareceu à mediação porque houve problemas com a comunicação nos Correios. Solicitou uma reunião direta com o Sindicato no próximo dia 26 de junho, terça-feira. Pediu também que o encaminhamento do processo à Procuradoria Regional do Trabalho seja suspenso até essa data. O Sindicato concordou com as ponderações e a reunião ficou marcada.

Para o Sindicato, o termo cerceia a liberdade de expressão e impede que os profissionais exerçam outras atividades com o intuito de complementar renda, já que os salários são muito baixos. O piso de um jornalista no interior do estado hoje é de R$ 1.600 para 5h de trabalho.

O documento veda ainda veda também “a participação em eventos de cunho comercial e promocional que tenham apoio ou sejam realizados por outras emissoras de TV ou mídias que não pertençam ao Grupo Integração”.

#LutaJornalista

#Sindicaliza Jornalista

[20/6/18]

Veja também

SJPMG e Fenaj repudiam agressões a repórter da TV Integração em Prata (MG)

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais e a Federação Nacional dos Jornalistas vêm ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *