Tribunal considera WikiLeaks um meio de comunicação social

Um tribunal britânico que avalia casos sobre liberdade de informação classificou, em sentença, o portal de divulgação de informação classificada WikiLeaks como uma “organização de meios de comunicação”.

A informação foi revelada esta quinta-feira pelo diário “The Guardian”.

A secção de Direito da Informação do Tribunal Geral de Regulação britânico, dirigida pelo juiz Andrew Bartlett, incluiu esta descrição numa sentença de 21 páginas sobre uma petição para desclassificar documentos relacionados com o caso de extradição para a Suécia do fundador da WikiLeaks, Julian Assange.

“A WikiLeaks é uma organização de meios de comunicação que publica e faz comentários sobre materiais oficiais censurados e restritos relacionados com guerras, espionagem e corrupção, que lhe são confiados em diversas circunstâncias”, assinalou-se no documento.

(Publicado no Jornal de Notícias, em 14/12/17. Crédito da foto: Facundo Arrizabalaga/EPA.)

[15/12/17]

Veja também

Emissoras educativas mineiras migram da Rede Minas para a TV Cultura de SP

Emissoras de televisão educativas de Minas Gerais lideradas pela Associação Mineira de Rádio e Televisão ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *