Professores decidem denunciar escola de Ruy Muniz, dono do Hoje em Dia, ao Ministério do Trabalho

Professores da Rede Soebras, em Montes Claros, decidiram denunciar a empresa ao Ministério do Trabalho e Ministério Público do Trabalho, orgãos competentes para fiscalizar o descumprimento da legislação trabalhista. A decisão foi tomada em assembleia realizada na quarta-feira 13/9. A Rede Soebras pertence ao dono do jornal Hoje em Dia, Ruy Muniz.

“A assembleia foi muito proveitosa”, avaliou a diretora do Sindicato dos Professores de Minas Gerais (Sinpro Minas) em Montes Claros, Nalbar Alves. Ela informou que entre os encaminhamentos aprovados estão ações individuais e coletivas contra a empresa de Ruy Muniz.

A acusação é descumprimento da legislação trabalhista. A Soebras estaria se antecipando à reforma trabalhista, que ainda não entrou em vigor, e cortando direitos dos trabalhadores garantido na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).

“A Rede Soebras está descumprindo a CCT em vigor até 31 de janeiro de 2018 e retirando os direitos trabalhistas dos professores”, denunciou Nalbar Alves Rocha.

Pouco depois de assumir o Hoje em Dia, antes pertencente ao Grupo Bel, Ruy Muniz dispensou 38 jornalistas, nos dias 29 de fevereiro e 1º de março de 2016, no fim do expediente. Os trabalhadores não receberam a rescisão e nem sequer o salário do mês trabalhado. A ação contra a empresa está na Justiça do Trabalho. O negócio entre Ruy Muniz e o Grupo Bel ficou famoso na delação do proprietário da JBS, Joesley Batista, que disse em depoimento à Procuradoria Geral da República ter comprado “o predinho” do Hoje em Dia a pedido do senador Aécio Neves.

Dono de muitas escolas no Norte de Minas e outras regiões de Minas, Ruy Muniz é conhecido, segundo o Sinpro Minas, por desrespeitar sistematicamente os direitos trabalhistas. “A Soebras tem um histórico de descumprimento da legislação trabalhista. Desde que ela existe é assim”, disse Nalbar.

[15/9/17]

Veja também

Câmara de Aracaju aprova exigência de diploma para jornalistas no poder público municipal

A Câmara Municipal de Aracaju (SE) aprovou por unanimidade nesta quarta-feira 21/10, em sessão remota ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *