Jornalista lança ‘Nós, que amamos a revolução’, romance sobre a geração estudantil de 1977

O jornalista Américo Antunes, diretor da Casa do Jornalista, ex-presidente do Sindicato e da Fenaj, lança na próxima terça-feira 22/11, às 19h, no restaurante Casa dos Contos, o livro “Nós, que amamos a revolução”, seu romance de estreia. Ambientado no Movimento Estudantil dos anos 70, do qual Américo participou intensamente, o livro recupera aquele período singular da história recente do país, que foi o ponto de partida da mobilização da sociedade pela redemocratização, e recria o espírito de contestação da juventude da época.

A história tem como corte temporal o III Encontro Nacional dos Estudantes (III ENE), duramente reprimido em Belo Horizonte, em junho de 1977, e o 31º Congresso de reconstrução da União Nacional dos Estudantes (UNE), realizado em Salvador, em maio de 1979. Por meio das vozes e visões de uma miríade de personagens fictícias, cada qual com suas estórias, trajetórias, crenças, tendências, medos, desejos e angústias, o livro retrata a efervescência de uma juventude que misturou política e contracultura ao combater a ditadura militar.

“O leitor encontra nesse livro o espírito de uma geração”, registra a jornalista e historiadora Joana Monteleone em sua apresentação do livro. “As personagens falam, atuam e interagem e nos remetem a um tempo em que a amizade, a liberdade e a política se misturavam com a vontade de mudar o país. Tempo hoje tão distante e tão perto de nós.”

Editado pela Alameda Casa Editorial, de São Paulo, “Nós, que amamos a revolução” tem também sua história. Escrito nos anos 80, ainda em máquina de escrever, o romance histórico ficou perdido durante uma década, até que os originais foram localizados por um amigo do autor. Foi então digitado e reescrito lentamente para ganhar a forma final, há quatro anos. A batalha pela editora chegou ao fim este ano e o livro sai com distribuição nacional.

Lançamento do livro “Nós, que amamos a revolução”, do jornalista Américo Antunes

Data: 22/11, terça-feira

Horário: 19h

Local: Restaurante Casa dos Contos (Rua Rio Grande do Norte, nº 1.065, Savassi, BH)

Veja também

Supremo reconhece jornada especial e irredutibilidade de salário de jornalistas do serviço público

Por Adriana Macedo, do SJPSP Em ação movida pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado ...

Um comentário

  1. Raniel Florentino da Silva

    Excelente opção para reflexão sobre o momento político atual.

Deixe uma resposta para Raniel Florentino da Silva Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *