EMC: Trabalhadores da TV Minas fazem assembleia nesta quinta 25/8

Trabalhadores da TV Minas vão realizar assembleia nesta quinta-feira 25/8, às 13h, para discutir o que fazer para garantir seus direitos na Empresa Mineira de Comunicação (EMC), que está sendo criada pelo governo do estado. A assembleia foi marcada em reunião realizada nesta segunda 22 com presença do Sindicato dos Jornalistas. Os trabalhadores discutirão propostas de fazer uma manifestação na porta da emissora e de paralisar o trabalho.

A EMC englobará a TV Minas e a Rádio Inconfidência, cujos trabalhadores têm regimes de trabalho e cargas horárias diferentes. A forma antidemocrática como aconteceu a tramitação, na Assembleia Legislativa, dos projetos do governo de estado que criam a empresa provocou a reação dos trabalhadores. O Sindicato dos Jornalistas, a Associação dos Servidores Públicos da Rede Minas (Asprem) e o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado de Minas Gerais (Sindpúblicos-MG) divulgaram nota de repúdio no dia 12/8. Diante disso, o projeto foi retirado da pauta de votação.

A principal preocupação trabalhista dos servidores da TV Minas é a carga horária de 40 horas semanais, incompatível com a Lei Federal que rege as atividades de jornalistas e radialistas e diferente da carga horária dos funcionários da Rádio Inconfidência. Pelo projeto do governo, trabalhadores com as mesmas funções terão condições de trabalho diferentes, com a criação da EMC.

O Ministério Público do Trabalho, consultado pelo Sindicato dos Jornalistas, já se dispôs a reunir as partes – emissoras, sindicatos e governo – em mediação para buscar um acordo.

 

Veja também

SJPMG repudia ataques a jornalistas por vereadora de Bom Jesus do Amparo

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais vem a público repudiar os ataques feitos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *