Trabalhadores fazem protesto contra calote na porta do jornal do Hoje em Dia

Jornalistas e empregados da administração dispensados pelo Hoje em Dia fazem manifestação na porta do jornal na tarde desta terça-feira 15/3. Comprado pelo político e empresário Ruy Muniz, o Hoje em Dia não pagou as verbas rescisórias, nem o FGTS, nem sequer o salário de fevereiro dos 36 jornalistas e 22 profissionais de administração.

Foto Marcelo Prates.

Veja também

Campanha Salarial 2020 dos jornalistas, assessores e radialistas: saiba como estão as negociações com os patrões

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais e o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *