Jornais e revistas: patrões oferecem 4% em abril e mais 3% em outubro

Em reunião realizada na tarde desta quarta-feira 9/9 com representantes dos sindicatos dos Jornalistas, dos Gráficos e dos Empregados na Administração de Jornais e Revistas, o sindicato patronal apresentou nova proposta de reajuste salarial. Pela nova proposta, as três categorias receberiam reajuste de 4%, retroativo à respectiva data-base, que no caso dos jornalistas é abril, e mais 3% a partir de outubro, somando 7%.

Os sindicatos dos trabalhadores, apesar da melhoria na proposta patronal, em relação à proposta anterior, informaram que consideram difícil as categorias aprovarem a proposta e apelaram para que o reajuste pelo menos reponha o INPC, que no caso dos jornalistas é de 8,42%. Os patrões, no entanto, negaram e afirmaram se tratar da sua última proposta.

Diante disso, os três sindicatos vão aguardar a nova rodada de mediação pela Superintendência Regional de Trabalho e Emprego, que está marcada para a próxima terça-feira, 15/9. Em seguida, o Sindicato dos Jornalistas deverá convocar assembleia da categoria para avaliação da proposta patronal.

 

(Foto: Representantes dos sindicatos dos Jornalistas, dos Gráficos e dos Empregados na Administração ouvem a nova proposta dos empresários de jornais e revistas. Crédito da foto: Aloísio Morais.)

 

Veja também

Campanha Salarial 2020 dos jornalistas, assessores e radialistas: saiba como estão as negociações com os patrões

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais e o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *