Polícia apreende menor suspeito de matar jornalista a pauladas em Araçuaí

Segundo a Polícia Civil, o menor de 16 anos confessou o assassinato.
Desentendimento entre vítima e adolescente teria motivado o crime. Por  Diego Souza, do G1 Grande Minas.

A Polícia Civil de Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha, aprendeu no fim da manhã desta segunda-feira (10/8/15), um adolescente de 16 anos, suspeito de matar o jornalista André Luiz de Sá. O crime aconteceu na madrugada de segunda-feira (3). O corpo foi encontrado pela manhã, em uma casa no Bairro Canoeiro. Segundo a Polícia Militar, o imóvel era dele, mas a vítima morava com o pai e ia ao local eventualmente. Ainda de acordo com as informações da PM, o jornalista tinha ferimentos na cabeça e foi morto a pauladas.

Segundo a polícia, o adolescente confessou o crime e alegou que agiu motivado por um desentendimento com a vítima. Ele foi apreendido na casa da mãe. Segundo o delegado Cristiano Castelucci, o adolescente teria confessado o crime durante o trajeto até a delegacia.O menor havia sumido por alguns dias, após a morte do jornalista e reapareceu no fim de semana. O adolescente ainda está sendo ouvido. O delegado revelou ao G1 detalhes do crime.

“O que o adolescente já nos revelou é que ele teria tido relações com a vítima há algum tempo e no dia do crime a vítima teria combinado de se encontrar com ele. Conforme uma testemunha já havia nos adiantado, o jornalista o aguardava no carro quando ele chegou. Eles combinaram o valor de R$ 100 e um celular pelo programa, mas após a relação consumada eles não se entenderam em relação ao pagamento”, contou o delegado.

O adolescente teria dito que iria embora, mas foi até a cozinha do imóvel, pegou um pedaço de pau e atingiu três pauladas na cabeça da vítima que foi surpreendida enquanto estava sentado em um colchão. André teria desmaiado após a segunda agressão. Quando percebeu o sangue, o suspeito calçou o tênis da vítima para não se sujar, apanhou R$ 30 no bolso da vítima, trancou a casa pelo lado de fora e jogou a chave por cima do muro. Neste instante o alarme da casa disparou.

Delegado Cristiano Castelucci disse que o menor
confessou o crime (Foto: Diego Souza/G1)
“Em nenhum momento o adolescente demonstrou arrependimento e ele fala com uma frieza que surpreende até mesmo nós da polícia que estamos acostumados com investigações de crimes bárbaros. Ele tem passagens pela polícia por vários furtos e por uso de drogas. Ele, inclusive, já agrediu aos pais e por isso mora em outra casa e só foi até a casa da mãe nesta manhã para buscar comida”, revelou o delegado.

A mãe do suspeito disse à polícia que na noite de domingo (9), o adolescente já havia confessado a ela que tinha assassinado o jornalista André Sá. Ele revelou que planejava fazer com que o filho se entregasse na tarde desta segunda-feira.

O delegado Cristiano Castelucci confirmou ao G1 que vai pedir a reconstituição do crime para os próximos dias. “Será importante para confirmar os detalhes que o adolescente confessou e fechar a solução do caso. Assim que eu terminar de ouvir o adolescente, vou imediatamente apresentá-lo ao Ministério Público e pedir internação deste menor, mas essa decisão ficará a cargo do juiz, já que o local mais próximo para este de tipo de internação é em Teófilo Otoni”.

(Publicado pelo G1.)

 

Veja também

Câmara de Aracaju aprova exigência de diploma para jornalistas no poder público municipal

A Câmara Municipal de Aracaju (SE) aprovou por unanimidade nesta quarta-feira 21/10, em sessão remota ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *