Foto: Barão de Itararé

Ato em Campinas denuncia a repressão às rádios comunitárias

Motivados pelo caso de criminalização do radialista Jerry de Oliveira, mais de 100 manifestantes reuniram-se nesta quarta-feira (1), em Campinas, para repudiar a repressão às rádios comunitárias. Diversas entidades do movimento social e sindical marcaram presença e denunciaram o abismo entre o tratamento truculento e autoritário dado pela Anatel à radiodifusão comunitária e o cenário de impunidade e ausência de regras e fiscalização para os veículos comerciais.

Condenado a pagar multa de R$ 3.100,00 por suposta calúnia e difamação a dois agentes da Anatel, Jerry de Oliveira transformou o abusivo processo em uma denúncia do movimento das rádios comunitárias quanto à perseguição e judicialização dos ativistas. Para quitar a multa, uma irreverente campanha de solidariedade arrecadou o montante em moedas, que foram entregues, em uma agência bancária ao lado do Fórum de Justiça de Campinas.

 

Fonte: Barão de Itararé

Veja também

Câmara de Aracaju aprova exigência de diploma para jornalistas no poder público municipal

A Câmara Municipal de Aracaju (SE) aprovou por unanimidade nesta quarta-feira 21/10, em sessão remota ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *