Sindicato dos Radialistas de SP recorre à Justiça para reverter demissões na TV Cultura

O sindicato dos Radialistas de São Paulo entrou com liminar na Justiça para tentar reverter as 53 demissões realizadas na TV Cultura no dia 15 de julho. A entidade informou que a ação está em andamento e uma nova audiência deve ocorrer nesta sexta-feira (24/7).

Segundo o sindicato, a emissora descumpriu o acordo de greve, firmado no fim de junho, em que se comprometia a dar um mês de estabilidade aos funcionários.

A emissora diz ter pago 30 dias de trabalho para os demitidos. Neste ano, o governo estadual reduziu o orçamento repassado à fundação Padre Anchieta, mantenedora do canal, o que gerou uma queda na receita publicitária no primeiro semestre.

Segundo o Sindicato dos Jornalistas de São Paulo (SJSP), sobre o reajuste de 2014, a justificativa da empresa é que o Conselho de Defesa dos Capitais do Estado (Codec), órgão da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, vetou os pagamentos sob a alegação de que o governo estadual está com problemas financeiros e queda de arrecadação.

Veja também

15 projetos de lei endurecem penas de crimes contra jornalistas no Brasil

Por Júlio Lubianco Num momento de piora da liberdade de imprensa no Brasil, pelo menos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *