Mais um jornalista é ameaçado de morte em Minas

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais manifesta sua preocupação diante de mais uma ameaça a um jornalista, ocorrida ontem no município de Barão de Cocais, e solicita das autoridades as providências que o caso exige. Segundo seu próprio relato, em telefonema ao presidente do Sindicato, o diretor-geral do Diário de Barão, Guilherme Assis, foi ameaçado de morte na noite desta terça-feira 9/6/15, por ter publicado matéria jornalística baseada “em documento público”.

Ainda segundo a denúncia, a ameaça foi ouvida por outro diretor do jornal e confirmada em novo telefonema. Guilherme Assis publicou a denúncia na sua página no Facebook (leia aqui). Seguindo orientação da empresa, ele oficializou a ameaça num Boletim de Ocorrência da Polícia Militar e comunicou o fato também à Polícia Civil e à Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa, além do Sindicato.

Diante das diversas violências cometidas contra jornalistas no estado, nos últimos anos, inclusive com casos de assassinato — como a do jornalista Evany José Metzker, em Padre Paraíso, há menos de um mês –, o Sindicato considera fundamental o empenho das autoridades e a indignação da sociedade para que a ameaça não se efetive. Fatos como este tolhem o livre exercício profissional dos jornalistas e o direito à informação de todos os cidadãos.

Basta de violência contra jornalistas!

15 6 10 jornalista ameaçado de morte barão de cocais 11390015_936247389729535_8468622483250010560_n

 

Veja também

Campanha Salarial 2020 dos jornalistas, assessores e radialistas: saiba como estão as negociações com os patrões

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais e o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *